Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Hordas do Pandemônio

"Em algum ponto do futuro."

A criatura pulou sobre ele com tanta força que atravessaram uma parede de metal reforçado como se fosse feita de papelão. Ele caiu com o monstro sobre seu corpo tentando a todo custo cravar os dentes em seu pescoço, felizmente sua armadura tinha sido projetada para proteger todo o seu corpo, desde a cabeça até aos pés. Quando o caçador sentiu o impacto do solo sob suas costas não teve dúvidas, mesmo com a fúria do vampiro sobre si, permaneceu tão frio quanto se esperaria de uma máquina de guerra, e, segurando a arma de grosso calibre em sua mão esquerda, apertou o gatilho tantas vezes que quase perdeu as contas, mas não perdeu, foram doze disparos em menos de um segundo; a arma lançou projeteis prateados e luminosos capazes de abrir buracos em blindagens de qualquer carro de combate dos anos 2000 como se não passassem de alumínio fino.
Alguns dos disparos atingiram a criatura que saltou para traz gritando freneticamente sentindo sua pele pálida quei…

Últimas postagens

Imagem

Filho de Nix

Imagem

O último dos cinco.

Imagem

Quando as sombras falam.

Imagem

Escravos da morte

Imagem

Súcubo

Imagem

Maldição carniçal

Imagem

Nove anos de paz